Conceitos e tendências. Comunidades Vegetais. Tipos de métodos de inventários florísticos e fitossociológicos: intensidade amostral, tamanho e forma de parcelas de acordo com o bioma. Análise da estrutura paramétrica, vertical, horizontal, quantitativa e qualitativa das comunidades vegetais. Cálculo de índices de equabilidade, diversidade e similaridade da floresta. Distribuição espacial de espécies. Técnicas de análise multivariada. Utilização de softwares aplicados à fitossociologia.